Banco de Leite do Esaú Matos realizou I Workshop Online sobre Introdução alimentar

Por Fábio Sena / 30.05.2020 às 10:43


O Banco de Leite Humano de Vitória da Conquista, administrado pela Fundação Pública de Saúde, se integrou mais uma vez à mobilização nacional para celebrar o 19 de Maio, Dia Mundial de Doação de Leite Humano, com a realização de diversas atividades de sensibilização sobre doação para recém-nascidos e a importância da amamentação.

Nesta sexta-feira (29), foi realizado o I Workshop Online sobre Introdução Alimentar, com a participação de muitas mães pelo Zoom, aplicativo de videoconferência. A coordenadora de Nutrição do Hospital Municipal Esaú Matos, Isabella Pinheiro de Souza Sá, esclareceu sobre os benefícios da amamentação e sobre os cuidados com a introdução alimentar nas crianças.

A nutricionista explanou sobre as recomendações da Organização Mundial de Saúde/OMS, sobre os tipos de introdução alimentar e respondeu perguntas sobre o preparo dos alimentos, cortes do BLW e montagem do pratinho do bebê. Isabella Pinheiro argumentou sobre a importância da amamentação até os seis meses de idade e sobre os desafios das mamães para introdução alimentar.

Segundo a nutricionista, existem três desafios fundamentais. O primeiro deles é que as mamães respeitem o tempo dos bebês, pois “o organismo deve estar maduro para receber o novo alimento”. O segundo desafio é controlar as expectativas, “evitando angústias, pois cada bebê responde à sua maneira”. Por fim, é preciso manter firme as decisões. “O momento de transição é difícil, por isso é preciso evitar opiniões externas e seguir os métodos que já demonstram resultados”.

A nutricionista explicou às mães que devem fazer exclusivamente o aleitamento materno até o sexto mês e que, após este período, a introdução alimentar deve lenta e gradual. “Primeiro com frutas, maçã, banana, pera. Depois legumes e verduras e, por fim, entra arroz, carne, feijão, macarrão”, informou. Ela também advertiu para importância do suco de frutas sem adição de açúcar. “É preciso toda uma estratégia para alimentação do bebê”.

A enfermeira Audrey Marins, coordenadora municipal do Banco de Leite, explica que em 2020 são comemorados os 10 anos da existência da Carta de Brasília, documento que instituiu a data comemorativa e que vem inspirando a criação de bancos de leite Brasil afora. “É uma data afirmativa, singular e que significa que doar leite é ajudar a salvar vidas preciosas. Por isso, nossa atuação é diária, sempre em busca de novas parceiras”, diz.

Deixe seu Comentário